Redirect By Betto Adami

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Nada não!



ELE: O que foi? Você está estranha, o que houve?
ELA: Nada não!

Esse é um diálogo comum entre casais.
Normalmente ele vem acompanhado de uma cara meio fechada e respostas lacônicas.
Ocorre que o “nada não” quando dito pela mulher, pode significar tudo, menos nada.
Eu explico!

As mulheres as vezes, só as vezes, gostam de complicar um pouco as coisas.
Nem digo que de propósito, mas inconscientemente tomam atitudes impensadas quando estão de birra, voltando à menina da infância que uma vez contrariada, fazia biquinho.

Quando a pergunta é respondida com o “nada não”, nesta expressão não há nada de superficial.
Se você for analisá-la a fundo, descobrirá motivos tardios ou recentes que transbordaram nessas simples palavrinhas.
Pode ter sido pelo fato de você ter preferido jogar futebol no fim de semana à ficar com ela, pode ser por conta do elogio que ela estava esperando e você não deu, pode ser por ter lembrado que no natal você não escreveu um cartão para ela (que delay horroroso!!!), pode ser que você nunca mais tenha dito “eu te amo”, pode ser que disse algumas palavras sem pensar e que a magoaram e pode ser que você tenha pisado na bola mesmo... afinal, vocês vivem fazendo isso!

Não me excluo dos comportamentos peculiares à maioria das mulheres, mas confesso que sou contra ao “nada não”.
Porque não contar? Preguiça de falar ou medo de desgastar a relação?
Não adianta querer omitir em palavras o que os gestos, olhares e falta de sorrisos vão deixar explícito.

Para não parecer “a melhorzinha”, confesso que passei um bom tempo dizendo “nada não”.
Dizia para evitar discussões, mesmo sabendo que eu tinha motivos sérios e não apenas capricho de menina mimada.
Engoli muitos sapos!

Mas eu cansei.
Viver às margens de alguém e dizendo “nada não” o tempo inteiro, não é o que queremos para nossas vidas.
E o bacana é descobrir isso, jogar pro alto o que não te faz bem e começar a falar sempre o que tiver vontade.
Não é simplesmente falar pelos cotovelos e sem limites, mas falar no momento certo, com propriedade e acima de tudo valorizando e respeitando as suas opiniões.

Não vale a pena camuflar as razões, sejam elas sérias ou bôbas.
Se forem sérias, é ainda mais necessário que sejam ditas e caso não sejam importantes, fale também e talvez vocês possam rir juntos do mal entendido ou melhorar pontos da relação.

Só não devemos calar.
O que sentimos é muito grande para ser resumido ao nada!
Nada, não... fale tudo.

8 comentários:

  1. Rpz...
    É por isso q eu adoro esse blog.
    Vc as vezes detona os homens, mas tb entrega todos esses defeitinhos irritantes de vcs, mulheres.
    O "nada não" é a pior forma de expressão q existe!!!!
    É insuportável!
    Obrigado pelo texto, em nome da classe masculina.
    Hehehe
    Bjo, Loura
    Marcelo

    ResponderExcluir
  2. Ô meu Pai!
    Sou campeã em fazer isso :(
    E confesso q mtas vezes é só p chamar atenção..rsrsrs
    Lendo seu texto, consegui me analisar de fora.
    É chato mesmo.
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Adorei!!!!!
    Bjos
    Rodrigo

    ResponderExcluir
  4. Liu
    Amei...
    Mas confesso que sou meio lá meio cá.
    Tenho sentido ciúmes ultimamente... E acho q isso é um problema meu... ele não me dá razões pra isso.
    Aí eu engulo o sapo mesmo. E estou elaborando isso. Mas sabe o tem acontecido / ele percebe e sempre dá um jeitinho de me fazer sentir mais segura. Nem sei se isso é conscientemente, mas o importante é q toma providências.. rs

    Se ele der motivos aí são outros 500...
    Mas uma ferramente q as vezes funciona para esclarecer as coisas é o email sabe ?
    Eu pelo meons, q gosto de escrever, consigo colocar as coisas sem "birra"...
    Mas concordo que colocar pra debaixo do tapete, faz disso uma bomba relógio.
    Até porque o diálogo é que faz com q as pecinhas do puzzle vão se encaixando, uma a uma.
    para isso, ambos precisam estar dispostos a construir a relação.
    Pq se um dos dois não quiser... já era.

    bjs, te amoooo escritora!!! +)

    ResponderExcluir
  5. Posso te pedir uma coisa?
    Escreve um livro!
    Prometo comprar uma edição inteira p distribuir p algumas "meninas birrentas".
    Fantástico, lorão.
    Beijo,
    Andre

    ResponderExcluir
  6. Depende da situação!
    A maioria das vezes eu converso e abro os olhos dele para que ele tome uma atitude. Mas... o tempo passa e tudo cansa, se... somente vc toma esta atitude de conversar e blá, blá, blá. Ele promete que vai tentar e nada faz!!!aí a culpa é dele de não ter dado certo. Pois, ele foi avisado muitas vezes.O "nada não" é um sinal que nada vai bem!!! e se não for questionado e dado a devida importância, já era!!!
    Bjs e bom texto para os rapazes refletirem tb.

    ResponderExcluir
  7. Vou imprimir esse texto e levar sempre comigo quando sair com as futuras namoradas... Ao primeiro sinal de "nada não" vou entregar uma cópia e pedir que ela reflita sobre isso XD

    ResponderExcluir
  8. Ahahahahaha
    Adorei Caires!
    Espero q seja útil e te ajude com as garotas caladas :)
    Volte sempre aqui!!
    Beijos

    ResponderExcluir